OBJECTIVOS DA FORMAÇÃO

A formação especializada fornecida por Guy Postiaux deve permitir ao fisioterapeuta:

1° auscultar, quer dizer, recolher parâmetros estetoacústicos objectivos

A aplicação de uma estratégia em fisioterapia respiratória e a escolha de uma técnica baseiam-se na apreciação de um conjunto de sinais clínicos em que a auscultação é o instrumento principal. Na maior parte das escolas e universidades, a formação em auscultação pulmonar é insuficiente ou mesmo frequentemente ausente. Nós demonstramos aqui que uma auscultação precisa, baseada numa nomenclatura objectiva, permite realizar uma escolha técnica pertinente e avaliar os resultados do tratamento efectuado.

2° colocar correctamente as indicações e contra-indicações de um tratamento físico

Insistimos no facto de que não se trata do fisioterapeuta estabelecer um diagnóstico que consiste em designar uma doença, mas sim identificar um sinal fisicoacústico preciso, capaz de orientar a escolha terapêutica específica do fisioterapeuta e de controlar os seus efeitos. Esta acção do fisioterapeuta não admite por outro lado que a fisioterapia se baseie em receitas. A riqueza desta fisioterapia reside certamente no seu fundamento semiológico: o exame específico do fisioterapeuta respiratório, e não nosológico. O carácter específico e individual de cada disfunção foge de qualquer modo à sistematização, que é antes de mais didáctica.

3° aprender novas técnicas

A partir de novos conceitos terapêuticos, novas técnicas são propostas. Elas têm a vantagem de uma acção mais distal no aparelho respiratório e de serem melhor toleradas que as técnicas convencionais.

4° adquirir as bases de uma especialização em fisioterapia respiratória pediátrica

Constatamos que o ensino da fisioterapia respiratória em pediatria ainda é muito empírico e mesmo frequentemente ausente dos programa de ensino nas escolas e universidades, apesar da fisioterapia respiratória da criança interessar cada vez a um maior número de terapeutas e que a solicitação por parte dos médicos aumenta no que respeita à fisioterapia respiratória, que constitui o elemento essencial do tratamento da bronquiolite do bebé. Estas razões explicam a investigação premente dos fisioterapeutas relativamente a uma metodologia terapêutica rigorosa e a sua curiosidade no que diz respeito à ciência médica pneumo-pediátrica que eles não aprenderam nas escolas.

A nossa ambição é o reconhecimento do que, pelos factos, deve ser já considerada como uma especialização a tempo inteiro da fisioterapia: a fisioterapia respiratória da criança.

Uma actualização em aerossolterapia é também proposta, tendo em conta o mais recente “Estado da Arte”, particularmente na asma.

CONTEÚDOS DA FORMAÇÃO

A formação articula-se em 6 módulos:

Modulo 1. Epidemiologia e factores de risco das infecções respiratórias

Efeitos, causas e consequências das infecções respiratórias na pequena infância
Factores ambienciais
Diferenciação da morbilidade das infecções respiratórias na pequena infância
Factores de risco

Modulo 2. Obstrução e Hiperinsuflação

Obstrução e Hiperinsuflação: definição
Mecanismos da Obstrução e Hiperinsuflação
Nível ventilatório e hiperinsuflação

Modulo 3. Bases Mecânicas da Fisioterapia Respiratória (FR)

Objectivos gerais da FR
Modelo mecânico e matemático da FR
Propriedades mecânicas do decúbito lateral
Ponto de Igual Pressão – PIP
Noções de desenvolvimento pulmonar: 2 anos e 8-12 anos, dois períodos de transição importantes

Modulo 4. A Fisioterapia Respiratória Guiada pela Auscultação Pulmonar

A auscultação pulmonar do adulto e da criança
Noções elementares da física acústica
Metodologia da análise acústica
Sistematização e prática da auscultação pulmonar
Metodologia da fisioterapia de desobstrução brônquica
O exame fisioterapêutico específico da obstrução
Teoria e prática das manobras terapêuticas
Aerossolterapia por nebulização

Modulo 5. Meios de Controle da Fisioterapia Respiratória

Referências para o fim da sessão
Referências para o fim do tratamento
Contra-indicações da Fisioterapia Respiratória

MODALIDADES PRÁTICAS

Duração: 20 horas repartidas em dois dias e meio.

Lieu: EM BELGICA para o anno academico 2008-2009

FORMAÇÃO

Para toda a informação acerca dos detalhes desta formação (solicitação de dossier):

Entrar em contacto com Guy Postiaux: Groupe d'étude Pluridisciplinaire Stéthacoustique-GPS: Boulevard Joseph II, 4 bte 72, B-6000 Charleroi, Belgique.
tél/fax: 00 32 (0)71 45 38 79, tél: 0032 (0)496 230492

Laboratoire de fonction pulmonaire et d'acoustique médicale: Grand Hôpital de Charleroi, site Reine Fabiola, 73 avenue du Centenaire, B-6061 Montignies-sur-Sambre, Belgique.

TOP